Black Triad - Ricardo "Malcolm" Aronne, Marcelo Pithan & Zico Cavinato

O GRUPO

Para citar o texto do site Gangland, quando do show de estréia da banda: "As composições de Aronne trazem o DNA de um dos guitarristas que participou do nascimento do Rock Gaúcho, tendo tocado em diversas bandas renomadas da cena metálica e de fora dela, em seus sua longa carreira de quase quatro décadas." Dele, Ricardo "Malcolm" Aronne, são as guitarras, cujo estilo já é conhecido e marcado pela expressividade e velocidade dos solos, estreando, ainda, nos vocais, onde sua cavernosa voz costura a intensidade sonora do trio. O virtuosismo do baixo percussivo de Marcelo Pithan faz a combinação perfeita, encarnando um fenômeno em seu instrumento, servindo de amálgama para ligar-se a pulsação da bateria de Zico Cavinato, no coração do grupo, cuja energia é o compasso do peso de seus tambores, constituindo um músico de destaque na cena, onde se encontra indicado ao Grammy Latino, por anteriores trabalhos

Avessa a quaisquer rótulos, a sonoridade produzida pelo grupo  possui uma intensa personalidade e uma assinatura muito característica e marcante, como decorrência desta natureza de projeto conceitual. Parte de um Rock'n'Roll pesado, com características de arena, onde as profundas raízes de Mötörhead se fazem sentir, juntamente com a seminalidade sonora das matrizes do final da década de 60, como MC 5 ou Blue Cheer, atualizadas e percebidas sob novas percepções sonoras,  por certo se fazem sentir, sem prejuízo da necessária originalidade que precede a rotulagem de estilos e está para muito além de recomposições de temas ou fórmulas estilísticas. 

Claro que, à exemplo do citado Mötörhead, mas também em expressivos outros projetos, como Jimmy Hendrix Experience, The Rods, Cream, Rush, Venom, a figura de um power-trio é algo icônico no Rock, como um todo. Encarna, para além do espírito selvagem do Rock, a técnica que exige dos seus músicos, inevitavelmente expostos e sem cobertura harmônica. Transforma o show em uma real arena musical, pela virtuose demandada dos respectivos músicos. 

Apesar de ter as letras em inglês, tendo em vista a pretensão de mercado do projeto, trata-se de um power-trio brasileiro de Rock'n'Roll pesado, cujas ácidas letras falam de vida e mundanidade atuais, de modo extrovertido e, não-raro, metafórico. 

HISTÓRICO

Apesar da experiência dos seus componentes e da exposição que vem tendo, Black Triad é um jovem projeto, concebido em Dezembro de 2014, dentro da Dramma, banda cult da cena metálica gaúcha, com Malcolm na guitarra, Matt Vargas no  baixo e voz e Érick Lisboa na bateria. Com a saída de Matt, Érick apresentou Pithan, que impressionou de pronto. Assim, a banda estréia com Malcolm cantando pela primeira vez em sua carreira, já tendo Pithan no baixo, que chegará para ficar, e Marcelo Brito na bateria, em 06.06.2015, já em um show próprio e individual, no Tabu Pub, local histórico na cena gaúcha, por ter abrigado o Garagem Hermética. A banda ainda faria um novo show no Tabú e outro no Opinião, que vem desde os anos 90 se estabelecendo como um templo do  Rock na capital gaúcha, sendo um palco consolidado, já ocupado por Black Sabbath, Deep Purple, Jethro Tull, Malmsteen e o melhor da cena local e internacional. Assim, o Opinião foi cenário para a Black Triad, ainda em seu ano de estréia, fato inédito no meio, em um grande show, realizado pela Urânio Produções, ao lado as conhecidas Tierramystica e It's All Red, que lançava seu novo disco e relançava  dois anteriores, pelo novo selo britânico. 

    Após o show do Opinião, o talentoso baterista Zico Cavinato assume as baquetas, compondo o elemento final que o projeto postulava desde o início, ao lado de Aronne e Pithan. Com isso a banda inicia as gravações de seu debut álbum na Hurricane, sob a produção do gênio Sebastian Carsin, que vem ao lado do grupo desde sua concepção. É também El Gringo Sebastian quem faz a produção musical da Dramma, onde Aronne atua, da carreira solo deste e do outro grupo de Pithan, a PsycoPinga. Também merece destaque, nessa trajetória, o histórico produtor gaúcho Adriano "Animal" Mussi, que retornou a cena com a Produtora Som de Peso, cuja presença foi fundamental desde o início do projeto em que se consolidou a Black Triad. Mussi é uma das figuras representativas do início do Metal Gaúcho, onde já tinha uma participação marcante.  

É muito rico o momento vivido pelo  trio, com a chegada e integração de Zico ao grupo, trazendo impressionantes resultados na sonoridade do grupo, destacando a virtuosidade que caracteriza o trabalho. Mas não só isso, o peso, a dinâmica e a intensidade sonora do trio, foram em muito aprimorados pelo respectivo horizonte derivado dessa conjugação de reconhecidos músicos.    

 

Além de estar trabalhando no álbum de estréia, a banda vem atendendo uma intensa agenda de compromissos, com vistas a divulgar nome e trabalho. Assim, deve participar, ao lado de grandes nomes do Heavy Metal gaúcho do festival Som de Peso, que marca a  reintegração do Cine-Teatro Ypiranga aos palcos da cena local, de onde foi suprimido na década de 90, ao final de Novembro, bem como percorre uma agenda de shows individuais.  

Deve participar da representativa coletânea nacional Roadie Metal, no seu vol. 6, com uma das faixas inéditas de seu álbum de estréia. Esse compromisso marca ainda o acordo com a Roadie Metal, através do trabalho qualificado de Gleison Júnior, que se integra à família da Black Triad, para se aliar ao núcleo de  produção do grupo, respondendo pela assessoria de imprensa. Marca, assim, um momento muito especial para o grupo, que repensa suas propostas comerciais em prol da liberdade frente ao próprio trabalho e inicia a consolidação nacional do projeto. 

 

O DISCO

O grupo já selecionou o material para seu primeiro lançamento fonográfico, que deverá chegar em CD e vinil. 

Se encontra, entre a agenda agitada de todos, no curso da gravação do álbum de estréia, na Hurricane, sob a produção do gênio Sebastian Carsin, produtor musical da banda. 

O show do grupo no Opinião, juntamente com o vídeo Fast, Loud & Furious, ambos disponíveis no YouTube e na fãpage do grupo no Facebook, dão uma real idéia do que se deve esperar do trabalho autoral do grupo, não obstante os indicados vídeos terem Brito na bateria, cujo estilo marcadamente grindcore, se distingue muito do que foi imposto às baquetas com a entrada de Zico Cavinato, cuja sofisticação técnica trouxe um renovado peso ao groove da massa sonora produzida pela banda. 

O grupo optou, indiciadas as gravações, por produzir na esfera independente todo o seu projeto, levando em conta inúmeros fatores. O principal, diz respeito às liberdades artísticas em face do projeto. A costumeira intervenção comercial dos selos tradicionais dentro da concepção artística do trabalho, resulta íntegra, sem prejuízo do grupo contar com um amplo trabalho de produção, por parte de um dos mais respeitados produtores musicais da cena, que assina a obra. Nesse sentido merecem destaque os demais produtores da Black Triad, em suas respectivas áreas de expertise. Nesse sentido, goze-se o nome do lendário produtor gaúcho Adriano "Animal" Mussi, cujo trabalho, ainda na cena gaúcha dos anos 80, foi marcante e construiu uma bela trajetória, que pavimentou o caminho de inúmeros trabalhos. Retorna, pois, à cena, com a produtora Som de Peso, desde logo assinando com a Triad para seu cast e tendo a afetiva condição de quarto membro do grupo, opinando, ao lado de Sebastian, no direcionamento de todo o projeto artístico, além de responder pelo aspecto comercial do mesmo, sempre resguardando os músicos do grupo. Ao lado dele, mais recentemente, o time de produção foi fechado com a chegada de Cleison Júnior, que passa a responder pela assessoria de imprensa da banda, vindo a integrar o núcleo central de produção da Black Triad. 

É, certamente, nessa qualificada equipe, onde ubica-se a resposta para a viabilidade de um projeto do porte da Black Triad poder ser erguido a partir da cena independente. Isso, aliado ao compromisso de qualidade artística na construção da concepção musical do grupo, é o que sedimenta o percurso da Black Triad desde sua proposta inicial, cujo elevado grau de resultados vêm derivando, naturalmente, do trabalho de todos os envolvidos. 

Antes do início da gravação de seu álbum de estréia, ora em pré-produção com Sebastian, o trio entrou em estúdio com o também reconhecido produtor musical Vini Tonello, para gravar o single Dream On, para ser lançado pela Roadie Metal, no vol 6, bem como disponibilizar pela CD Baby para todas as plataformas de streaming e lojas de música digital, para o Natal de 2015. Assim foi, disponibilizando-se o single no dia 06 de dezembro, exatamente seis meses do show de estréia da banda.

 

Black Triad

Black Triad's Coven

Comme to join us

Black Triad's Family

Join the email list!

Social Media

Instagram -- blacktriadband Facebook -- https://www.facebook.com/BlackTriadBrazil/ CD Baby -- http://www.cdbaby.com/Artist/BlackTriad